sábado, 5 de dezembro de 2009

Cala-te

Cala-te voz maldita
que me enlouquece,
que me atormenta
e me arrefece.

Faz-me acreditar
que a vida,
é um sonho
do qual ninguém se esquece.

Faz-me crer
que vou ser feliz
sendo eu poeta ou actriz.

- rute nunes

Filipa Grilo, dedico-te este poema como uma prova da minha amizade por ti, que apesar de ser de curto praso é verdadeira $:

1 comentário:

  1. Esta tão lindo Rute *_*
    Vou estar aqui sempre que precisares :D
    Adoro.t =)

    ResponderEliminar